Procuradora DEBORAH DUPRAT defende que pais sejam alijados da educação religiosa e moral dos próprios filhos, e delega ao Estado a formação integral das crianças.

 

Uma militante ferrenha em favor do aborto e da liberação das drogas a senhora Deborah Duprat procuradora Federal dos Direitos do Cidadão acredita que os pais não devam se preocupar com a educação de seus filhos seja religiosa, moral ou política, e vai além disto, acredita que o estado deva proibir tal “intromissão” dos pais com relação a este tipo de formação dos filhos.

Veja um trecho do debate de Deborah Duprat contra Miguel Nagib:

 

Com a desculpa de ser a favor do “estado democrático” a procuradora crê que o projeto escola sem partido é um retrocesso frente  as “conquistas sociais”. Me pergunto:

Estas “conquistas sociais” seria a emancipação da classe política sob a família e os indivíduos em detrimento dos mesmo fazerem suas próprias escolhas? O estado deve dizer qual o caminho as famílias e os indivíduos devem seguir em detrimento de seus valores morais e religiosos? Além da classe política dominante a quais grupos interessa retirar a autoridade dos pais sobre os filhos? O porquê a igreja e a família deve se calar frente ao estado e por conseguinte os grupos que o controla?

São perguntas que todos os pais e lideres religiosos deveriam fazer. Se querem retirar a autoridade do núcleo familiar e religioso simplesmente é porque estes de alguma forma impedem que alguém tome o poder sobre os indivíduos e da sociedade definitivamente.

Nesta queda de braço o stabeleshment usa todo seu poder para “conscientizar” as famílias de quão bom é o estado em detrimento da liberdade de aprendizado advindo da base familiar e religiosa da sociedade exemplo este é o uso de professores universitários como militantes da causa contra o projeto ESCOLA SEM PARTIDO e a defesa do criador do projeto Miguel Nagib como podemos ver na matéria no link a seguir: (http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/exclusivo-criador-do-escola-sem-partido-rebate-ataque-de-leandro-karnal-ao-projeto/).

Miguel Nagib apresenta os pontos e a importância do projeto ESCOLA SEM PARTIDO para que nossas crianças tenham o direito de aprender todas as vertentes de pensamento e não apenas a que o MEC ou algum professor possa crer ser a melhor para ele. Você pode conferir detalhes do projeto no site: (http://www.escolasempartido.org/artigos-top/591-juristas-confundem-liberdade-de-ensinar-com-liberdade-de-expressao).

Sinceramente penso que é no mínimo preocupante e tendencioso a interesses superiores mesquinhos o parecer da procuradora Deborah Dupra que é contra o projeto ESCOLA SEM PARTIDO, além de crer que a família e a sociedade é incapaz de formar opinião do que é benéfico ou não a mesma em todos os seus âmbitos, crendo que as convenções sociais nunca possam aderir a sua causa militante como a liberação das drogas (http://www.mpf.mp.br/pgr/noticias-pgr/pgr-manifestacoes-a-favor-das-drogas-configuram-liberdade-de-expressao-e-de-opiniao) ou a liberação do aborto que nada mais é que o assassinato de um ser que não pode clamar pela própria vida.

Todo este movimento contra o projeto ESCOLA SEM PARTIDO nada mais é que uma demonstração de pavor com respeito a uma ideologia autoritária que crê ser dona da verdade da história e futuro da humanidade. Nada mais perigoso que se calar frente a esses acessos de superioridade autoritária disfarçado sobre um discurso enganoso que vende ser em pró as “minorias”.

Desculta este assunto em casa, em família, com os amigos, na sua comunidade e busque mais informações a respeito. O futuro de nossas crianças depende de nós e é nosso dever não deixarmos que sejam usurpadas da nossa responsabilidade e autoridade frente a interesses externos perversos.

Que DEUS nos abençoe e capacite nesta empreitada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s